10 principais erros de quem faz dieta sem acompanhamento nutricional


10 PRINCIPAIS ERROS DE QUEM FAZ DIETA SEM ACOMPANHAMENTO NUTRICIONAL | Flavia Cyfer - Nutricionista

Hoje vamos conversar sobre alguns erros que várias pessoas cometem por não procurar ter acompanhamento de um profissional adequado.

Emagrecer durante um curto espaço de tempo é um desejo bem comum entre muitos pacientes. Seja para ficar em forma para o verão, um evento especial, viagens e por ai vai...

Com toda cobrança imposta pelos padrões de beleza, o desejo de afinar a silhueta acaba se tornando um dos principais objetivos de muitos. As pessoas apostam em dietas radicais ou restritivas procurando perder os tão indesejáveis quilinhos a qualquer custo. Ao fazerem isso, cometem muitos erros, que geralmente são muito prejudiciais a saúde.

O seu "físico ideal" não exige cortes drásticos nem restrição de alimentos, mas sim uma alimentação balanceada, feita com consciência, cuidado e principalmente com o acompanhamento de um profissional.

Por isso resolvi listar os 10 PRINCIPAIS ERROS DE QUEM FAZ DIETA SEM ACOMPANHAMENTO NUTRICIONAL:

  1. Preocupar-se somente com a comida e esquecer da hidratação: Sem água nossos processos metabólicos não funcionam de forma adequada                                                                                                       
  2. Fazer dieta sem passar por um processo de reeducação alimentar: Não adianta simplesmente resolver cortar alimentos do cardápio, mudar horários para comer e fechar a boca: é preciso passar por um planejamento das atitudes alimentares, de preferência junto a um nutricionista.                                                                                                      
  3. Contar calorias e não nutrientes: Com a carência nutricional, cofatores importantes para ativar o metabolismo não estarão presentes para desempenhar tal função                                                                                                      
  4. Querer emagrecer muito em pouco tempo: Você não ganhou peso de uma hora para outra, então também vai levar um tempo para emagrecer. Mais do que fazer dieta, é importante aprender a comer bem, de forma prazerosa e sustentável. Precisamos reprogramar seu organismo.                                                                                                       
  5. Tentar dietas extremamente restritivas: Esse tipo de dieta exclui a variedade de alimentos, que é necessária para saúde e pode causar complicações. Ao invés de cortar completamente certas opções às quais esta acostumado, troque-as por versões mais saudáveis.                                                   
  6. Pular as principais refeições: Muita gente acha que quanto menos comer, menor será a sensação de estar "estufada". Além de não ser o melhor caminho, ficar com fome ao longo do dia é desagradável e perigoso. Aprenda a respeitar sua fome, identificando se é emocional ou física. Quando for só aquela vontade de comer (como a de um doce todos os dias após o almoço ou um snack para passar o tempo na frente do computador) crie métodos para distrair a cabeça, desvinculando o vício. Quando a fome for física, dentro de um horário planejado, coma mastigando com calma e na quantidade necessária para se saciar. Saboreie com calma e atenção.                                                                                                       
  7. Trocar comida por bebidas alcoólicas: Faça a opção de beber menos, mas coma sempre.                                                                                                      
  8. Beber suco no lugar de água ao longo do dia: Sucos naturais de frutas são uma opção saudável (é claro, dependendo do seu preparo), mas quase todos são bem calóricos e concentram muito carboidrato da fruta. Ao invés de tomar um suco adoçado, opte por beber bastante água e comer a fruta em lanches ou como sobremesa.                                                   
  9. Comer "só" salada, mas com muitos molhos e aditivos: As saladas são frescas, ricas em nutrientes e alimentam, mas temperos como o azeite em excesso e molhos prontos podem a tornar muito calórica e não tão natural.                                                                                                      
  10. Não cuidar de outros fatores que também levam ao desequilíbrio: Além da alimentação, atividade física, qualidade de sono, equilíbrio hormonal, controle de estresse e equilíbrio emocional são essenciais para garantir uma vida saudável.


> Deixe seu Comentário



Flavia Cyfer

Nutricionista graduada em Nutrição pela Universidade Gama Filho, pós graduada em Nutrição Clínica Funcional pela VP e pós graduanda e

Leia mais...

Canjica Funcional
Canjica Funcional

Ingredientes: ⠀...

ESPAGUETE DE LEGUMES
ESPAGUETE DE LEGUMES

Ingredientes:- 250g do legume de sua preferência (abobrinh...